Britânica vence compulsão que a fazia pensar em sexo 24 horas

0

Rose Bretécher foi atormentada por imagens sexuais durante mais de uma década: sete dias por semana, 24 horas por dia.

 

Um dos incidentes mais insólitos foi ao assistir ao ator Jake Gyllenhaal em um vídeo musical: “Eu via a cara dele enfiada em uma vagina gorda”.

Outra vez, ao ver um documentário de Ray Mears, outro episódio inusitado:

“A câmera descia por uma penhasco e, para mim, cada fenda passou a ser uma detalhada vagina para mim”.

A britânica foi diagnosticada com um raro tipo de transtorno obsessivo compulsivo (TOC). A doença se manifestou inicialmente quando Rose era adolescente.

“Todo minuto de cada dia, eu não estava vendo crianças nuas, eu estava vendo todos pelados, sentindo-me compelida a descobrir que imagem mais me excitava. Eu podia olhar para um canudo e ver um pênis. E então eu ficava para ver alguém sugando pelo canudo. Todo dia era um pesadelo”, afirmou Rose, de acordo com reportagem do “Daily Mirror”.

Amigos, apresentadores de TV e até o então premier britânico Tony Blair e a sua esposa, Cherie, não escapavam dos pensamentos libidinosos de Rose.

Agora, aos 29 anos, Rose tem a doença controlada. Ela tem um namorado e vive em Hackney, em Londres (Inglaterra). A britânica escreveu um livro para contar a sua batalha contra o raro TOC.

A compulsão sexual foi vencida, mas Rose desenvolveu uma fobia:

“Fico aterrorizada com a estrutura de edifícios. Tenho certeza de que eles vão desabar sobre mim”.

Do Page Not Found

Leave A Reply

Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com