Sobre compra de raios-X, juiz tranca inquérito contra o ex-governador Camilo por não encontrar irregularidades

0

Magistrado não vê motivos para o ex-governador ser investigado pelo Núcleo de Operações de Inteligência da Polícia Civil

 

parecer 1O juiz Adão Joel Gomes de Carvalho proferiu liminar a favor do ex-governador Camilo Capiberibe (PSB) no processo que foi instaurado pelo Núcleo de Operações de Inteligência (NOI), o qual apurava uma suposta irregularidade na aquisição de um aparelho de raios-X para a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) da Zona Norte. Na decisão, o magistrado disse que “não há provas mínimas quanto à materialidade e autoria delitivas” e mandou trancar o inquérito policial.

“Analisei os documentos juntados aos autos do referido IP (f. 24-50, 62-72 e 74-91) e li atentamente os parcos depoimentos colhidos pela autoridade policial (f. 52-53, 55-56 e 58-60), e não constatei fato que justificasse, objetivamente, o indiciamento do Paciente”, diz trecho da decisão no processo de número 0037009-13.2015.8.03.0001.

O Ministério Público Estadual (MPE), em seu parecer, também não viu nenhuma irregularidade. “O Ministério Público não vislumbrou qualquer conduta do paciente no sentido de ter atuado com abuso de autoridade, má fé ou de forma criminosa quando na condição de Governador do Estado do Amapá, tampouco, se valendo de seu posto de governante para desviar os fins das verbas públicas”.

Leave A Reply

Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com