Waldez justifica cortes na crise financeira, mas não falta dinheiro para asfaltar a sua própria rua

0

Semana passada, o governador Waldez Góes (PDT), pressionado por parlamentares do PSB, apresentou um plano de contenção de despesas que foi batizado nas redes sociais de “pela metade do dobro”. Isso porque, na prática, o plano vai fazer pouca diferença nas contas do Estado. A oposição denuncia que o governante pedetista jogou para a plateia tentando mostrar preocupação com as finanças estaduais, que, na verdade, não teria.

 

Nesta terça-feira (13), um fato parece confirmar a tese da oposição. Máquinas de uma empresa que presta serviços para a Secretaria de Estado dos Transportes trabalhavam na terraplenagem das vias e outras já se preparavam para iniciar o asfaltamento. Um trabalho louvável, se não fosse nas ruas do em torno da casa do governador, que fica localizada na Lagoa dos Índios, próximo ao bairro Cabralzinho.

“O governador só pensa nele e nos barões que moram aí. Nós que estamos aqui na periferia não temos asfalto”, disse a técnica em enfermagem Dalva Coelho, moradora do loteamento Morada das Palmeiras.

Desde o início do governo, sem uma razão concreta, Waldez resolveu morar em sua própria residência, que passou a ser mantida pelo Estado com o dinheiro que é arrecado através dos impostos pagos pela população. Despesa dobrada, porque a antiga residência também precisa ser mantida. Mas, com esse asfaltamento em benefício próprio, a coisa começa a fazer sentido.

Leave A Reply

Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com