} })(); window._fbq = window._fbq || []; window._fbq.push(['track', '6029630809151', {'value':'0.00','currency':'BRL'}]);

Investigado na Operação Lava Jato será homenageado pela Assembleia Legislativa do Amapá

0

Investigado como integrante do chamado “núcleo político” do esquema desmontado na Operação Lava Jato, o presidente da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), virá a Macapá para receber a mais alta honraria do Parlamento estadual, o título de Cidadão Amapaense; o anúncio foi feito pelo presidente da Assembleia Legislativa do Amapá, deputado Moisés Souza (PSC), durante votação da proposição de sua autoria, aprovada por unanimidade no último dia 23 de fevereiro.

 

Eduardo Cunha esteve em Macapá em janeiro deste ano, quando retribuiu a visita que o presidente Moisés Souza havia feito a ele em Brasília. O atual presidente da Câmara recebeu o apoio do governador Waldez Góes (PDT) e o voto de seis dos oitos deputados da bancada do Amapá em Brasília. Somente Janete Capiberibe (PSB) e Marcivânia Flexa (PT) não votaram no peemedebista.

Moisés havia anunciado a concessão da honraria ao parlamentar fluminense durante a visita dele em janeiro, o que não foi feito à época devido ao Parlamento estadual estar em recesso.

Assim como Eduardo Cunha, o presidente do Legislativo amapaense, Moisés Souza, também responde a denúncias de irregularidade. As denúncias ofertadas pelo Ministério Público à Justiça são quase todas relacionadas a improbidade administrativa. Moisés é acusado de comandar um esquema de corrupção que teria gerado prejuízo estimado em R$ 53 milhões aos cofres públicos.

Vários parlamentares amapaenses fizeram questão de felicitar o presidente Moisés Souza pela iniciativa de homenagear Cunha. Mira Rocha (PTB) disse que ideias precisam ser respeitadas e quando existe diálogo se forma consenso. “Todos que constroem e querem o bem do Estado do Amapá têm essa consciência. A democracia é feita assim, pelo povo e para o povo”, disse ela.

Ericláudio Alencar (PRB) disse que o gesto de Moisés Souza é muito importante, pois sabe da atuação decisiva da bancada do Amapá na eleição de Cunha.

Do Amapá 247

Leave A Reply