} })(); window._fbq = window._fbq || []; window._fbq.push(['track', '6029630809151', {'value':'0.00','currency':'BRL'}]);

Plano Collor: ministro Gilmar Mendes recebe senadores do Amapá

0

O ministro Gilmar Mendes recebeu nesta terça-feira (10), em seu gabinete no Supremo Tribunal Federal, em Brasília, os senadores João Capiberibe (PSB-AP), Randolfe Rodrigues (PSOL-AP) e Davi Alcolumbre (DEM-AP) e disse que vai colocar em pauta, ainda neste primeiro semestre, o Plano Collor – tema que aflige mais de três mil cidadãos amapaenses, professores federais.

 

Mendes admitiu que o cenário está conturbado com muitos eventos pra julgar, mas que sua prioridade é emplacar a pauta do Plano Collor até o meio do ano.

“Depende muito das pautas do Supremo, mas eu já deleguei à minha equipe que atenda a demanda. Há prioridade, sim”, garantiu o ministro à bancada amapaense.

Em ação movida pela União, em 2011, esses servidores do Estado do Amapá perderam conquista salarial de 84,32% do chamado Plano Collor, conquistados desde 1995. Os professores entraram com um recurso e aguardam decisão do STF.

“O ministro parece empenhado a priorizar esta agenda. Estamos satisfeitos com sua disposição para solucionar essa questão. Um professor que, há 16 anos, recebia uma gratificação, com um planejamento salarial teve, do dia para a noite, retirado do seu contracheque algo que pode chegar a 60% dos seus vencimentos. Não podemos permitir”, declarou o senador Capiberibe ao final da reunião.

A ação que garante a devolução no valor nos contracheques dos servidores também foi movida pelo Sindicato dos Trabalhadores da Educação do Ceará e criou precedentes para os professores amapaenses.

Leave A Reply