Veja as previsões para todos os signos em 2016

0

Saiba quais as previsões para cada signo no novo ano:

 

Áries (20 de março a 20 de abril)

Quem nasceu no tempo de Áries começará o ano do calendário mundano um pouco melancólico e atrapalhado por um problema que não costuma fazer parte da sua natureza: a dúvida. Isso acontece por causa da presença de Marte, o regente deste signo na casa de Vênus, que é Libra. Segundo a tradição astrológica, Marte, o deus da guerra, está fraco quando passa por Libra, um signo que de deseja a paz.

Mas a melancolia vai durar muito pouco, já que no dia 3 de janeiro entrará num dos signos onde está mais forte: Escorpião. Janeiro, fevereiro e o começo de março são meses de conquistas e de regeneração tanto psicológica como física para todos os arianos.

 

Touro (21 de abril a 20 de maio)

Como sempre acontece no início do ano astrológico, o Sol em Áries obriga os taurinos a perceberem como os conteúdos inconscientes determinam a capacidade – ou impossibilidade – de se estabelecer laços profundos, de se entregar e se deixar transformar por um relacionamento.

Nos primeiros meses do ano, o Sol em Plutão no signo de Capricórnio despertam uma profunda discussão ética e podem transformar o desejo de viajar ou de aprofundar seu campo de conhecimento na mais importante “resolução de Ano Novo”. Mais uma vez, um impulso que se repete todo início de ano. É a partir do ano novo astrológico, que acontece no dia 20 de março, que as coisas mudam de figura. Os dois planetas estão muito fortes e garantem que o que for imaginado tem mais chance de dar certo do que for experimentado. O céu avisa que é preciso sonhar, mas é melhor não apostar tudo nos sonhos.

 

Gêmeos (21 de maio a 20 de junho)

Os geminianos vão chegar ao ano astrológico bastante atrapalhados. O grande triângulo dos signos de fogo está chamando atenção para importância de todos os relacionamentos. Tanto os mais próximos e fraternos, como os profissionais ou os que fazem parte de todas as parcerias. Mais do que em outros momentos, se relacionar bem será fundamental.

O Sol e Urano em Áries sopram novos planos para o futuro e dinamizam as relações sociais. Saturno e Marte na casa das parcerias criam um grau de exigência muito grande e que parece vir do outro, mas que nasce de uma insegurança interna, enquanto a Lua em Leão aumenta o orgulho por saber se comunicar bem a sensibilidade em relação a qualquer sinal de incompreensão.

 

Câncer (21 de junho a 21 de julho)

Como costuma acontecer, o primeiro dia do outono de 2016 vai encontrar os emotivos cancerianos preocupados com a vida profissional e desejando ardentemente ocupar um lugar de destaque na sociedade. Isso acontece por causa da energia do Sol no signo de Áries, mas, desde 2011, quando Urano também entrou neste signo, esse lugar parece ter sido atingido por um vendaval. A crise internacional pegou os cancerianos no contrapé e eles estão sendo obrigados a sair da sua concha conservadora para encarar os desafios dos novos tempos.

Neste ano, essa discussão continua acrescentada da necessidade de reorganizar o cotidiano que está sendo praticamente imposta por Saturno em Sagitário. Como a casa da ordem e da rotina é também a casa da saúde, a reorganização que precisa vir por aí pode ser uma consequência, ou solução, para o excesso de tarefas que podem ter sido acumuladas. Começar o ano com uma checagem detalhada dos indicadores de saúde pode evitar uma porção de problemas.

 

Leão (22 de julho a 22 de agosto)

Este vai ser o ano deles. Com Saturno e Urano em signos de fogo, o céu avisa que está na hora de mudar e amadurecer ao mesmo tempo. Os que nasceram no tempo de Leão podem esperar muito de 2016 porque o ano vai ser regido pelo Sol que é exatamente o regente deste signo.

E o Sol do primeiro dia do ano astrológico está em harmonia com Marte que vai estar em Sagitário, na área do mapa astral que indica a maneira como avaliamos a nossa capacidade individual O resultado dessa harmonia é um banho de coragem para enfrentar todos os desafios que a vida pode trazer.

 

Virgem (23 de agosto a 22 de setembro)

Até 9 de setembro de 2016, os virginianos contarão com a presença do benevolente planeta Júpiter em seu signo. Esta tendência, que começou em agosto de 2015, durará um pouco mais de um ano. Júpiter fala de expansão, crescimento, novos horizontes, aprendizado, outras línguas, outras culturas, enfim, tudo aquilo que amplie nosso horizonte mental e material está coberto pelo planeta.

Muitas pessoas com este trânsito conseguem um trabalho melhor remunerado, iniciam uma nova faculdade, viajam para o exterior e entram em contato com outras culturas, mudam de casa, se casam e algumas se separam. Em outras palavras, Júpiter traz mudanças que costumam ser positivas, e isso será verdade especialmente para os nativos do segundo e do terceiro decanato.

 

Libra (23 de setembro a 22 de outubro)

Para os sofisticados librianos, o ano astrológico sempre começa com o Sol em Áries chamando atenção para o olhar do outro. Esse olhar exterior tem o poder de lançar uma nova luz sobre a autoimagem que eles estão sempre vendo no espelho de Vênus, que é o símbolo desse planeta. Este ano, a mudança da imagem é ainda mais forte por causa da força do encontro entre Vênus e Netuno no signo de Peixes.

Os dois magos do céu estão dando um sentido todo especial à rotina do dia a dia e mostrando como ela é sempre influenciada por conteúdos inconscientes que estão sendo muito ativados pela presença de Júpiter no signo de Virgem.

 

Escorpião (23 de outubro a 21 de novembro)

Os filhos de Escorpião começaram o ano mundano cheios de atitude, com Marte no seu próprio signo em perfeita harmonia com Netuno no signo de Peixes. Isto significa que as atitudes espontâneas e as escolhas feitas nesta época do ano tendem a ser inspiradas e muito bem sucedidas.

No dia do ano novo astrológico, Marte já vai estar em Sagitário, onde já está Saturno, em harmonia com o Sol em Áries, ativando uma discussão que sempre acontece nesta época do ano. “Quais são as alternativas que o mundo material me oferece e qual é realmente a minha adequação?” Em outras palavras, “o que eu faço melhor e exatamente para que eu sirvo?”

 

Sagitário (22 de novembro a 21 de dezembro)

Os sagitarianos vão entrar no novo ano astrológico com a corda toda. O grande triângulo dos signos de fogo que vai iluminar o céu desse dia vai ser formado por Marte na primeira casa, o Sol e Urano na quinta e a Lua em Leão na casa das grandes viagens, dos estudos superiores e da filosofia. Tudo o que faz parte da natureza dos filhos de Júpiter.

Como o ano novo astrológico começa com o ingresso do Sol em Áries, eles sempre encaram tudo o que esse céu promete como um desafio à própria capacidade. Mesmo tendo de lidar com a exigência e a severidade de Saturno, que está neste signo desde o ano passado e ainda fica por lá no ano que vem, eles vão ter belas chances de vitória aproveitando uma energia que não pertence só a eles mas a toda a humanidade.

 

Capricórnio (22 de dezembro a 21 de janeiro)

Os aparentemente racionais capricornianos provavelmente suportaram bem as atrapalhadas da vida econômica que foram trazidas por 2015. Aliás, eles são sempre ótimos na hora de enfrentar situações difíceis, principalmente se forem ligadas ao mundo material.

A parceria entre Plutão na primeira casa, que está ligada à autoimagem, e Júpiter no signo de Virgem que colore a casa onde registramos aquilo em que se realmente acredita fala de grandes avanços no processo de definição de identidade que vai continuar a acontecer este ano. Pelo menos até setembro, quando a entrada de Júpiter no signo de Libra vai deslocar esta discussão filosófica para um movimento muito forte no sentido de encontrar o lugar que eles acham que merecem na hierarquia social.

 

Aquário (21 de janeiro a 19 de fevereiro)

Para quem nasceu no signo de Aquário, um ano regido pelo Sol é fundamentalmente “um ano do outro”. Isso acontece porque o signo indicado pelo Sol é Leão que colore a casa dos relacionamentos estáveis dos aquarianos.

Essa característica ainda fica mais bem definida porque o céu do ano novo astrológico vai ser iluminado por planetas que ativam as três manifestações do elemento fogo: Urano em Áries, Saturno e Marte em Sagitário e a Lua em Leão. Nenhuma dúvida de que esse ano vai ser marcado por relacionamentos e parcerias.

 

Peixes (20 de fevereiro a 20 de março)

Os românticos piscianos vão começar o ano acreditando piamente que finalmente vão encontrar o lugar perfeito para ocupar no mundo e descobrir finalmente qual é a tarefa para a qual foram destinados desde que desembarcaram neste planeta.

Eles sempre costumam começar o ano muito entusiasmados porque os signos de fogo, que vão estar muito fortes, regem exatamente as casas com que eles lidam com as questões do mundo material. Este ano, eles têm tudo para alcançar seus objetivos, desde que sejam minimamente realistas. Isto para eles não é tão simples porque a linda conjunção entre Vênus e Netuno, que vai deixar muita gente tonta, vai acontecer no signo deles, no lugar do céu que está relacionado com a definição de identidade.

Com informações do portal iG

Leave A Reply

Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com