} })(); window._fbq = window._fbq || []; window._fbq.push(['track', '6029630809151', {'value':'0.00','currency':'BRL'}]);

CBF já prevê em regulamento o uso de tecnologia para a arbitragem na temporada de 2016

0

A CBF já previu no seu regulamento geral de competições o uso de tecnologia para a arbitragem na temporada de 2016. Apesar da inclusão desta previsão no texto, ainda é preciso uma aprovação da Fifa para se concretizar o plano de usar recursos tecnológicos para juízes.

 

Publicado no final de dezembro, o regulamento tem um novo artigo 71A. Em seu texto, está escrito que a CBF poderá utilizar tecnologia nas arbitragens das competições que coordena. Esse uso de recursos será regulado por um projeto e por diretrizes técnicas que serão anexados ao atual documento.

As regras da confederação ressalvam que para que tudo isso aconteça será necessária a aprovação da Fifa. Neste caso, o regulamento passa a ter efeito retroativo a 1o de janeiro de 2016.

Após solicitação dos clubes, a diretoria da CBF fez um pedido formal à federação internacional para que a tecnologia seja utilizada nas decisões dos árbitros. A International Board vai analisar o caso em março ou abril, e indicou que há uma chance de aprovação. Neste caso, a tecnologia poderia ser usada no início do Brasileiro.

O presidente da comissão de arbitragem, Sérgio Corrêa, disse que já tinha um projeto pronto para o uso de tecnologia. Pela sua ideia, um ex-árbitro ficaria em uma cabine com um vídeo para auxiliar o juiz de campo. Caso a International Board aceite a ideia, já está previsto em regulamento que isso seja implantado.

Do blog do Rodrigo Mattos

Leave A Reply