Pimenta do reino: descubra como a especiaria age no organismo

0

Tempero comumente usado no Brasil, a pimenta do reino pode funcionar não só como uma especiaria que dá gosto às comidas. De acordo com um estudo publicado em 2015 no Journal of Agricultural and Food Chemistry, a substância que a torna ardida poderia barrar a produção de células de gordura.

 

Apesar da pesquisa não ser conclusiva, ela indica que é preciso continuar investigando as propriedades. Outras análises experimentais também apontam para possíveis benefícios, conforme lembra a nutricionista da RGNutri, Barbara Gerbasi.

“Alguns estudos científicos mostram que a pimenta do reino possui ação antioxidante, antimicrobiana, auxilia no funcionamento cognitivo, aumenta a absorção de nutrientes. Entretanto, esses resultados precisam de mais apuração”, completa.

O certo é que com a pimenta ajuda a realçar o sabor das refeições e diminui a necessidade da utilização do sal, que em grandes quantidades é prejudicial à saúde. Tudo, é claro, desde que consumida com moderação – a sua boca agradece.

Pimenta do reino nas refeições

A pimenta do reino é um ingrediente muito utilizado em inúmeras receitas e não há regra de combinação de alimentos para o seu uso. Ela está presente nos temperos de carnes vermelhas, pescados, aves, legumes e verduras, molhos e sopas. Tudo depende do paladar de quem irá consumir a receita.

Mas você sabia que existe mais de um tipo dessa pimenta? Na maioria das vezes, elas aparecem misturadas, mas vale a pena conhecer as características de cada uma. O resultado é mais sabor na sua cozinha.

– Pimenta preta

De sabor suave e ardência leve, a pimenta preta é um dos temperos mais populares na cozinha. Seus grãos são secos ao sol ou em fornos e, se moídos na hora da preparação, preservam melhor o sabor e aroma. Também é possível utilizar os grãos inteiros no preparo de sopas, caldos, conservas e molhos.

– Pimenta verde

Os grãos são colhidos antes do seu amadurecimento. Levemente picante e perfumada, a pimenta verde é normalmente encontrada em conserva, para evitar a sua maturação, e é muito utilizada para o tempero de carnes, como o filé ao poivre-vert, muito famoso na culinária francesa.

– Pimenta branca

Extraída do mesmo fruto da pimenta do reino, tem sua casca removida, o que altera seu sabor e aroma. A pimenta branca acaba sendo mais utilizada quando não se quer evidenciar a cor – ou os pontinhos característicos da pimenta preta), principalmente em preparações de coloração clara como caldos, molhos brancos e maioneses.

Molho de iogurte com laranja e mel

Agora que já conhece os principais usos da pimenta do reino, o que acha de colocar isso em prática numa saborosa receita de molho de iogurte com laranja e mel? Veja como preparar essa receita que tem rendimento de quatro porções.

 

Ingredientes

Sumo de 1 laranja

1 colher (sobremesa) de mel

100g de iogurte desnatado

1 colher (café) de sal

Pimenta do reino a gosto

 

Modo de preparo

Misture bem o sumo da laranja com o mel. Acrescente o iogurte, o sal e a pimenta e misture. Está pronto, agora é só servir com saladas e vegetais cozidos.

Da Redação Doutíssima

Leave A Reply

Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com