} })(); window._fbq = window._fbq || []; window._fbq.push(['track', '6029630809151', {'value':'0.00','currency':'BRL'}]);

Donos de cachorros são mais felizes do que os de gatos, diz estudo

0

Cães também demonstram nível de satisfação maior após brincadeiras

 

Donos de cachorros são mais felizes, conscientes e menos neuróticos do que os donos de gatos, segundo um estudo conduzido pelo Mahattanville College, em Nova York.

Na pesquisa, cujo título em português seria algo como “Seu filhote é amoroso? Examinando o relacionamento entre bichos de estimação e bem-estar”, os cientistas analisaram a relação de 263 pessoas com seus mascotes.

Os resultados indicam que não há uma diferença significativa nos níveis de felicidade, traços de personalidade e emoções positivas e negativas entre donos de bichos de estimação e pessoas que não têm animais em casa.

No entanto, os donos de animais estariam mais satisfeitos com a vida — e as pessoas que têm cachorros marcaram notas mais altas em todos os quesitos de bem-estar do que os entrevistados que possuem gatos.

Outra pesquisa, transmitida em um documentário chamado “Gatos x cachorros”, na emissora britânica “BBC”, indicou que os cachorros amam mais os seus donos do que os outros.

— Temos grandes provas de que os cachorros amam mais os humanos — assegura o neurocientista Paul Zak, que conduziu o levantamento. — Alguns estudos já mostraram que, quando os donos de cachorros interagem com eles, ambos liberam oxitocina, um hormônio ligado ao prazer. Por exemplo, quando vemos nossa mulher ou filhos, o seu nível em nossa corrente sanguínea aumenta de 40% para 60%.

Zak conferiu o índice de oxitocina em gatos e cachorros ao interagirem com seus donos. O cientista coletou amostras de salivas de dez felinos e dez caninos em duas ocasiões — dez minutos antes dos jogos e depois do fim das brincadeiras.

O nível do hormônio, um indicador de felicidade, cresceu, em média, 57,2% nos cachorros, e apenas 12% nos gatos.

— Isso mostra como os cachorros realmente se importam com seus donos — atesta Zak. — Também foi uma boa surpresa descobrir que os gatos produzem algum nível de oxitocina. Pelo menos sabemos que, em algum momento, eles ligam para os humanos.

De O Globo

Leave A Reply