Gerenciamento de crise: governador Waldez Góes tem uma manifestação para cada dia da semana

0

Se houve uma questão de ordem entre as categorias que hoje fazem manifestação cobrando pagamento, reajuste e retorno de benefícios, certamente para cada dia da semana teria uma mobilização diferente para o governador Waldez Góes (PDT) administrar.

mentiroso1

A segunda-feira, por exemplo, começaria com os professores que cobram reajuste salarial, promoção, progressão, regência, entre outros. Na terça poderiam ser os vigilantes, cujos salários estão atrasados de dois a quatro meses dependendo da empresa.

Na quarta-feira seria a vez dos servidores do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), que anunciaram greve em virtude de que o governador Waldez mandou retirar de seus salários a Gratificação de Atividade em Saúde (GAS), que corresponde a R$ 600 nível médio e R$ 900 nível superior.

A quinta-feira poderia ser destinada aos servidores da Coordenadoria de Vigilância em Saúde (CVS), que estão cobrando melhorias salariais e também criticando o não pagamento da GAS.

Sexta-feira seria a vez dos estudantes e professores da Universidade do Estado do Amapá (Ueap), que cobram melhores condições de ensino e salário, respectivamente. No sábado quem entraria em cena seriam os trabalhadores da Companhia de Água e Esgoto do Amapá (Caesa), que cobram pagamento em atraso e reajuste salarial.

Por fim, a semana fecharia no domingo com a manifestação das mais de 18 mil beneficiárias do programa Renda pra Viver Melhor, que estão há cinco meses sem receber e agora contam com o apoio do Ministério Público Estadual.

Leave A Reply

Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com