Cuidados: tem mau odor vaginal? Veja como preveni-lo

0

Em geral, o sexo oral é um dos momentos mais esperados pelas mulheres. A vontade e a performance do companheiro ou companheira na hora de praticar o ato podem ser decisivos não somente para uma boa relação sexual, como também para o início ou prosseguimento de um relacionamento.

 

No entanto, não é raro ouvir queixas de homens e mulheres de odores incômodos ao se aproximarem da área genital da companheira, o que por vezes termina provocando uma relutância ou mesmo desistência na hora de fazer o ato. Para algumas pessoas, isto seria considerado apenas uma escolha ou “frescura”. Para outras, uma forma de evitar em contato com o mau cheiro, que poderia indicar falta de higiene ou mesmo cuidado com o próprio corpo.

 

Veja o que pode causar o mau cheiro e como preveni-lo:

– Roupa justa

Os tecidos justos impedem a respiração da região e facilitam a impregnação de fungos e bactérias nocivos. Para evitar, opte por peças mais largas, confortáveis e feitas de algodão.

– Higiene excessiva

Pelos e secreções são essenciais para a proteção da região. Ao lavá-la muito, a tendência é que as bactérias e os fungos que antes viviam em harmonia, se proliferem desregradamente e causem doenças. Para evitar, faça a higienização normal durante o banho – dois por dia é suficiente.

– Higiene insuficiente

Ao mesmo tempo, deixar de higienizar a região também é um problema, já que o suor e a secreção em excesso pode causar coceira e outras doenças. Para evitar, lave todas as dobras com cuidado durante o banho utilizando sabonete neutro, sem cheiro e sem cor.

– Sabonete inadequado

Sabonetes que limpam excessivamente ou que possuem substâncias químicas para alterar o cheiro ou a cor do produto podem causar irritações. Para evitar, opte pelo sabonete neutro, sem cheiro e sem cor.

– Ducha vaginal

Lavar o canal é arriscado porque altera toda a região, além de causar micro lesões. Para evitar, faça a higienização apenas por fora porque a vagina é capaz de se autorregular.

– Absorvente diário

O produto abafa a região. Para evitar, utilize apenas no fim da menstruação. No dia a dia, prefira as calcinhas de algodão.

Importante lembrar que uma das principais causas do mau cheiro vaginal são as infecções vaginais. Se além de mau cheiro o fluxo apresentar outros sintomas como ardor ao urinar, coceira, ou incômodos durante a atividade sexual, é muito provável que esteja sofrendo de uma infecção vaginal. Neste caso a melhor opção é ir a um ginecologista, pois cada infecção conta com um tratamento e medicação próprios.

Além disso, outras características individuais e que não necessariamente tenham relação com maus hábitos também podem influenciar no odor da região. Confira:

– Transpiração excessiva

Para evitar, troque as peças íntimas com frequência e opte por tecidos com respiro de algodão.

– Vazamento de urina

Antes de tomar qualquer atitude é necessário investigar a causa dos escapes. Para evitar, seque sempre a vulva e sempre troque a calcinha molhada.

– Excesso de peso

As dobrinhas formadas na pele também podem causar o problema. Para evitar, lave e seque com cuidado a região e, após o banho, fique um tempo sem roupa.

Com informações do portal UOL e do Portal do Holanda

Leave A Reply

Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com