Waldez acaba novamente com o programa Visão Para Todos e deixa seis mil pessoas na fila de espera

0

Criado em 1996 pelo então governador João Capiberibe (PSB), o programa Visão Para Todos atendeu centenas de pessoas de todas as idades que apresentavam problemas oftalmológicos. Durante 2003 e 2010, o governador Waldez Góes (PDT) suspendeu o programa que só voltou na gestão do então governador Camilo Capiberibe (PSB). Desde 2015, foi desativado novamente por Waldez.

 

Segundo reportagem do Bom Dia Brasil, no Amapá as cirurgias de catarata pelo SUS estão suspensas. Pelo menos seis mil pessoas estão na fila de espera. O Ministério Público está movendo uma ação exigindo que o estado resolva o problema e pare de encaminhar pacientes para outros estados.

“Só com oftalmologia, o Estado gasta em torno de R$ 2 milhões por ano para mandar essas pessoas para fora do estado para realizar esses procedimentos. Evidentemente que nem todas conseguem realizar esse tratamento fora, prejudicando aquelas que não têm esse acesso”, disse o promotor da saúde em Macapá, André Araújo.

A Secretaria de Saúde do Amapá disse que está contratando uma empresa para manutenção de equipamentos e que deve voltar a fazer cirurgias ainda neste semestre.

Parceria

O programa Visão para Todos foi reativado no governo passado, com a assinatura do Termo de Cooperação entre o Governo do Estado do Amapá (GEA) e a Universidade Federal de São Paulo (Unifesp). A parceria garantia consultas e procedimentos cirúrgicos, acompanhamento e transferência de tecnologia e de conhecimento científico

Leave A Reply

Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com