Pescadores de Ferreira Gomes são capacitados no cultivo de tambaqui em tanques-rede

0

Cerca de 100 pescadores da Colônia Z-7, do município de Ferreira Gomes (AP),  participaram do curso sobre cultivo de tambaqui (Colossoma macropomum) em tanques-redes, ministrado por uma equipe da Embrapa Amapá. A capacitação foi realizada na Colônia de Pescadores, com uma programação dividida em temas como introdução ao cultivo, alimentação e nutrição durante a recria, qualidade da água, manutenção de tanques-rede, cuidados para evitar doenças e montagem prática de tanques-redes. O tambaqui é um peixe de água doce, comum na bacia amazônica e do qual se aproveitam a carne e o óleo.

Os pesquisadores Marcos Tavares Dias e Eliane Yoshioka, e o analista Daniel Montagner, foram os instrutores do curso, que contou com o apoio da Agência Estadual de Pesca do Amapá (Pescap) e da Prefeitura de Ferreira Gomes. O objetivo foi disponibilizar conhecimentos técnicos para a fase do cultivo do alevino de tambaqui, e compartilhar informações das boas práticas quanto a alimentação, sanidade, qualidade da água e especialmente montagem dos tanques. “Orientamos na prática a montagem de alguns tanques-redes, no próprio galpão da Colônia de Pescadores, mas eles terão que levá-los para instalar em pontos da represa do rio Araguari”, disse o pesquisador Marcos Tavares. Durante o curso, os pescadores foram alertados para a importância de investir em prevenção de doenças, a fim de evitar parasitos nos brônquios dos tambaquis. “Na parte de sanidade, temos que ver que os parasitas de brônquios são os mais comuns, que podem até matar os peixes e comprometer a produção. Os cuidados na prevenção são com o manejo, alimentar com ração balanceada na hora certa, em quantidade exata para cada tamanho, com proteína adequada para cada fase do peixe, e limpeza do tanque rede”, completou o pesquisador.

Este curso atendeu uma demanda apresentada pela Colônia de Pescadores Z-7 à equipe da Embrapa, em articulação com a deputada federal Janete Capiberibe (PSB-AP), com o objetivo de capacitar os pescadores no uso dos tanques-rede que eles receberam por meio de um Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) entre a Empresa Ferreira Gomes Energia (FGE) e o Ministério Público do Estado do Amapá. No TAC a empresa se comprometeu a entregar 100 tanques-redes à Colônia de Pescadores como compensação aos impactos ambientais causados pela construção das Usinas Hidrelétricas Ferreira Gomes e Cachoeira Caldeirão em trechos do rio Araguari. O TAC é decorrente da mortandade de peixes ocorrida em 2014 e o comprometimento da atividade de pesca no rio Araguari.

Pesquisa Tec Rede

A Embrapa Amapá desenvolve a pesquisa Tec Rede, com o objetivo de gerar tecnologias que permitam desenvolver, em menor tempo, o cultivo de tambaqui em tanques-rede. O tambaqui foi a espécie escolhida devido à escassez de tecnologias adaptadas para as condições climáticas do Amapá, a fim de produzir em larga escala em tanque-rede, e também por ser um peixe nativo com grande demanda de consumo. O cultivo em tanque-rede é um sistema no qual os peixes são mantidos em estruturas flutuantes, compostas por uma armação rígida revestida por redes que devem ser adequadas de acordo com a quantidade de produção. Os tanques-rede são utilizados para a produção de peixes na fase de recria e engorda, tem em média 6 a 50 metros cúbicos. As estruturas permitem a livre circulação da água, podem ser instaladas em ambientes aquáticos por meio de flutuadores, em locais onde há oscilação periódica no nível da água ou por meio de estacas fixas.

Leave A Reply

Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com