No 55º Congresso da UNE, Capi afirma que representação política está contaminada pelo poder econômico

0

O coordenador da Frente Suprapartidária por Eleições Diretas Já, senador João Capiberibe (PSB-AP), afirmou nesta sexta-feira (16), durante ato da JSB no 55º Congresso Nacional da União Nacional dos Estudantes (UNE), que o país atravessa uma profunda crise de representação política que, por sua vez, está contaminada pelo poder econômico.

 

“A crise que estamos enfrentando é a crise da representação política. Vocês estão assistindo na televisão e vendo nas redes sociais os desvios de dinheiro público para investimentos em campanhas eleitorais. Quem tem o controle político, tanto do Executivo, quanto do Congresso, é o poder econômico, é o capital financeiro. Como nós vamos sair dessa? É uma poderosa encrenca, a gente desmontar aquilo que foi montado nos últimos 20 anos”, avaliou.

O socialista relembrou a campanha Diretas Já de 1984, movimento popular de reivindicação por eleições presidenciais no Brasil após o período da ditadura militar. Capiberibe destacou a importância das manifestações daquela época para a construção da atual Constituição.

“Em 1984, começamos uma campanha pequena, humilde e simples, e naquela época não tinha redes sociais. Nós queríamos derrubar a ditadura. A campanha levantou, em todo o país, milhões de brasileiros e brasileiras nas ruas, cheias de entusiasmo, de alegria.  Acabamos perdendo para o Congresso, mas ganhamos na política”, relembrou, referindo-se à rejeição, no Congresso, da emenda que previa eleições diretas.

“Foi tão importante o movimento das diretas que depois, em 1986, o Brasil elegeu uma representação muito parecida com a cara do nosso país. O Congresso foi composto de representantes de trabalhadores, de estudantes, da classe média, e esse Congresso, resultado da manifestação das Diretas, entregou ao povo brasileiro a melhor Constituição de todos os tempos”, destacou.

Leave A Reply

Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com