Não é justo as mulheres darem à luz nos corredores da Mãe Luzia tendo uma maternidade pronta na Zona Norte, reclamam grávidas durante manifestação

0

Com o grito de “maternidade já”, várias mulheres, algumas grávidas, fizeram uma manifestação na manhã desta sexta-feira, 22, em frente ao prédio da Maternidade Parto Normal da Zona Norte de Macapá, cobrando do governo a sua inauguração.

 

Com cartazes elas exigiam partos dignos e humanizados. Para as manifestantes, não é justo as mulheres darem à luz, em alguns casos até nos corredores da Maternidade Mãe Luzia, tendo um espaço para fazer esses procedimentos de forma mais adequada.

“Queremos que o governo dê uma posição real de quando vai inaugurar esse prédio. A saúde tem pressa. Chega de enganar o povo”, reclamou Nádia Paes, que reside no bairro Morada das Palmeiras.

O prédio onde vai funcionar a maternidade de parto normal foi deixado, no final de 2014, com 98% das obras concluídas, mas passados dois anos e nove meses, o governo não dá uma justificativa plausível que justifique o atraso da obra.

Antes da manifestação, as mulheres – a maioria da zona norte – se reuniram em um grupo de WhatsApp para debater a questão do parto humanizado, surgindo aí a necessidade de se fazer um protesto, como forma de pressionar o governo.

“Queremos o que é nosso de direito. Tem na Zona Norte um prédio que pode dar mais conforto para as mulheres na hora do parto. Por isso, maternidade já!”, pediu a moradora Andréia Tolentino.

No final da manifestação, as mulheres deram um abraço simbólico na maternidade.

O governo ainda não se manifestou sobre o assunto.

Leave A Reply

Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com