Extensionistas de pesca pedem apoio do senador Capiberibe para alavancar o setor no Amapá

0

Pouco ou nada está sendo feito para alavancar o setor pesqueiro do Amapá. Essa foi a avaliação de extensionistas da Agência de Pesca do Amapá (Pescap), que nesta quinta-feira, 16, se reuniram com o senador João Capiberibe (PSB) para buscar apoio ao desenvolvimento de projetos que coloquem o Amapá numa posição de destaque.

 

Durante a reunião foram abordados dois assuntos: pesca e piscicultura. Sobre o primeiro, tem a falta de investimento e políticas públicas que deixaram o setor praticamente parado. Só para se ter uma ideia, de 2015 a 2017, a Pescap, segundo o Portal da Transparência do Governo do Amapá, recebeu de investimentos R$ 1.326.443,49. Se comparar com os dois últimos anos do governo do PSB, o recurso chegou a R$ 4.468.154,83.

No que se refere à piscicultura, os técnicos argumentam que a falta de políticas públicas deixam em desvantagem quem atua no setor. Por exemplo, o milheiro do alevino chega ao Amapá por R$ 300, enquanto que em outros centros o valor é R$ 100, fora ração e itens necessários à criação do peixe.

“Já é hora do Estado assumir a responsabilidade e gerar uma unidade de criação de alevinos que possa baratear o custo para o piscicultor. Temos propostas para o setor e essa reunião tem como objetivo buscar apoio dos nossos parlamentares no sentido de alocar emendas que possibilitem transformar projetos em realidade”, comentou o extensionista Deurio Freitas.

No que se refere a pesca, o senador Capiberibe comentou que a solução passa pela vontade política do atual governo e também pela união dos parlamentares em Brasília, para que destinem emendas de bancada voltadas à infraestrutura do setor pesqueiro, passando da área de embarque até um sistema moderno de comunicação.

Capiberibe lembrou que na época em que foi secretário de Estado da Agricultura, em 1985, chegou a desenvolver projetos de cultivo de peixe em tanques comunitários e que na condição de governador chegou a criar uma estação de criação de alevinos e lamentou a paralisação do mesmo.

“Tenho a convicção de que o fortalecimento do setor pesqueiro vai possibilitar o desenvolvimento dos municípios de Oiapoque, Calçoene e Amapá, gerando emprego e renda. Estamos dispostos a ajudar no que for preciso para devolver ao pescador a esperança de um futuro melhor”, destacou o senador.

O parlamentar socialista comentou ainda que ele e a deputada Janete têm emendas alocadas para a Embrapa/Amapá para a capacitação de agricultores e construção de tanque para aquicultura com foco à área de pesquisa e transferência de tecnologia.

Leave A Reply

Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com