Ato de repúdio à execução de Marielle reúne movimentos sociais em Macapá

0

Em repúdio à morte de Marielle Franco, movimentos sociais de todo o Brasil, nesta sexta-feira, 16, se reuniram para protestar contra a brutal execução da vereadora do Psol, como também à política implementa pelo governo federal de retrocesso aos direitos básicos da população que tem aumentado o nível de violência em todo o país.

 

Em Macapá, o ato público aconteceu na praça Veiga Cabral e contou com a presença da militância e representantes de vários movimentos sociais e de instituições, como a Una, LGBT, Setorial de Mulheres do Psol e partidos como PCdoB e PSB.

A coordenadora do evento, Carolina Lazameth, do Psol, abriu espaço para todos presentes falarem sobre o caso Marielle, conclamando a todos e todas a continuarem a luta da vereadora com o grito “Marielle, presente!”.

O senador Capiberibe e a deputada federal Janete, ambos do (PSB), compareceram ao evento, lamentaram a morte da vereadora. Em suas falas disseram que crimes desta natureza não podem ficar impunes. “Foi um atentado à democracia e aos direitos humanos. Não podemos nos silenciar diante desse absurdo”, resignou-se Janete Capiberibe.

Capi cobrou ação das autoridades e reforçou que a intervenção no Rio de Janeiro é um desdobramento do golpe perpetrado pelo governo Temer. “As autoridades desse país precisam responder à pergunta que o Amapá, o Brasil e o mundo faz neste momento: quem mandou matar Marielle?”, questionou Capiberibe.

marielle 3

marielle 4

marielle 5

marielle 6

Leave A Reply

Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com