} })(); window._fbq = window._fbq || []; window._fbq.push(['track', '6029630809151', {'value':'0.00','currency':'BRL'}]);

Atrás de virada, Corinthians tem retrospecto positivo no Allianz

0

Precisando vencer o Palmeiras no Allianz Parque para ser campeão paulista no domingo, o Corinthians possui um retrospecto favorável na reformada casa do seu grande rival. Desde a modernização do Palestra Itália, os dois clubes se enfrentaram quatro vezes no estádio, com duas vitórias corintianas, um empate e uma derrota, além de seis gols marcados e quatro sofridos.

O primeiro Derby do Allianz Parque já terminou com triunfo do Corinthians. Em 8 de fevereiro de 2015, o time dirigido por Tite contou com um gol do meia Danilo para ganhar por 1 a 0 na fase classificatória do Campeonato Paulista. Na época em que os clássicos do Estado ainda não tinham torcida única, os corintianos festejaram no setor visitante com uma música inspirada naquela entoada pelos argentinos na Copa do Mundo de 2014: “Porcada, diz como é que é! Ver a Fiel no Chiqueirão! (…) Quem manda nessa p… aqui sou eu!”.

Nos dois jogos seguintes, no entanto, o Palmeiras obteve resultados que não conduziriam a decisão deste fim de semana sequer para os pênaltis. Em 6 de setembro, também em 2015, disputou um Derby movimentado diante da sua torcida, mas um gol do ex-palmeirense Vagner Love sacramentou o empate por 3 a 3. No ano seguinte, em um 12 de junho (data do histórico título paulista de 1993, conquistado sobre o Corinthians), venceu por 1 a 0, com gol de cabeça do meia Cleiton Xavier.

O Corinthians voltaria a levar a melhor em 2017, com um placar que lhe asseguraria o troféu de campeão paulista de 2018 sem a necessidade dos pênaltis. O meia Jadson, de pênalti, e o lateral esquerdo Guilherme Arana anotaram no 2 a 0 de 12 de julho, em resultado importante para a campanha que culminaria com a conquista do Campeonato Brasileiro.

Apesar de ter perdido por 1 a 0 no último sábado, o Corinthians ainda está em vantagem nos jogos contra o Palmeiras realizados também em Itaquera. Foram oito, com quatro vitórias, um empate e três derrotas, acumulando 10 gols marcados e nove sofridos.

Leave A Reply