MP cobra da prefeitura de Macapá pressa na construção e finalização das Creches Tia Chiquinha e Tio Soró

0

O titular da Promotoria de Defesa da Educação (PJDE), promotor de Justiça Roberto Alvares, acompanhado da Secretária Municipal de Educação de Educação de Macapá, Sandra Casemiro, fiscalizou na manhã de quarta-feira (11), as obras da Creche Tia Chiquinha, localizada no Bairro Buritizal, zona sul de Macapá. A visita teve o objetivo de acompanhar os avanços na construção do prédio que abrigará aproximadamente 225 crianças de 0 a 5 anos, em turmas de Educação Infantil.

 

Ao chegar no local o membro do MP-AP constatou atraso na obra, pois o prazo inicial de entrega, estipulado pela Prefeitura Municipal de Macapá (PMM), março de 2018, não foi cumprido. Em 28/12/2017, Roberto Alvares visitou as obras da referida creche, juntamente com o Prefeito Municipal de Macapá, Clécio Luís Vilhena Vieira. Durante esse tempo, o promotor de Justiça observou que houve tímido avanço na construção do prédio.

Contudo a empresa responsável informou que mais de 80% da obra foi concluída e está apenas na fase de acabamento. A nova data para entrega da Creche é 20 de maio de 2018.

O Promotor de Justiça ressaltou que o número de trabalhadores no canteiro de obras é baixo. De acordo com Roberto Alvares, a mão-de-obra reduzida pode acarretar o não cumprimento do novo prazo limite, prejudicando as famílias que necessitam dos atendimentos a serem ofertados por escolas de educação infantil.

Na sequência das diligências, a equipe visitou a obra de construção da creche Tio Soró, localizada em Fazendinha. Segundo os responsáveis a obra foi iniciada em fevereiro de 2018 e atenderá aproximadamente 224 crianças de 0 a 5 anos. O prazo para conclusão é 18/09/2018, segundo a placa ancorada à frente da obra.

“O MP-AP foi acionado para verificar o motivo do atraso, pois a população precisa dos serviços prestados pelas Creches Tia Chiquinha e Tio Soró e tantas outras que com certeza são necessárias, para deixar os seus filhos em segurança e sair a procura de um trabalho, ou mesmo um ‘bico’ de onde possa advir a própria subsistência familiar.”, frisou o promotor de Justiça, ao cobrar celeridade na conclusão das obras

Leave A Reply

Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com