Médico Manoel Brasil relata o descaso do governo do Estado com o atendimento no Hospital de Emergência

0

O ex-deputado estadual e médico Manoel Brasil utilizou um grupo de WhatsApp para postar um relato da situação que se encontra o Hospital de Emergência. De acordo com o médico, os problemas vão desde a falta de materiais para a realização das cirurgias, passa pela superlotação e as péssimas condições de infraestrutura.

 

“Há pouco sai do Pronto Socorro. Uma amiga me ligou pra pedir uma orientação de sua irmã. Então perguntei sobre o leito? Ela me disse: Doutor não sei, pois ela se encontra no corredor. Então partir pra vê-la. Como ia correr, estava pronto. E assim fui. Ao chegar lá. Começou na cabeça da gente uma tristeza, por tudo que foi se vendo. Um corredor repleto de pessoas deitadas em macas, em cadeiras, no chão em colchonetes. Enfim uma fileira de pessoas pedindo Socorro por suas saúdes”, diz um trecho do relato do médico Manoel Brasil, que segue adiante mostrando a situação de abandono da casa de saúde por parte do governo do Estado.

“Antes de chegar na irmã de minha amiga, entrei em uma enfermaria, ao me deparar com o Macaiba, ex-assessor do ex-deputado, colega meu, Nilde Santiago, já falecido. Ao conversar com o mesmo, com uma voz trêmula me contou seu drama. Apresenta se edemaciado. Pernas inchadas, descorado, estava com sonda vesical de demora. Jantava uma sopa fria. Num leito que os lençóis estavam há tempo sem ver água. Ele, me informou que estava com problema renal e que deveria precisar de diálise. Tinham uns dez pacientes nesta pequena enfermaria.  Aí comecei a conversar com os mesmos. Após me reconhecerem. Ali, observei vários casos de colecistopatia, com indicação cirúrgica, no entanto, os casos sendo adiados por não ter material no centro cirúrgico. Tinha um caso, que desde janeiro pra operar, o mesmo por estas questões não tinha operado, estava lá por outra crise biliar e teria que fazer os exames pré-operatórios novamente.  Outro caso de colelitiase em um jovem com anemia falciforme, onde tem indicação pra vídeo laparoscopia. Mas este procedimento só particular”, observou o médico.

Manoel Brasil disse também que viu um jovem em coma, com AVC, abstinência das drogas e uma senhora obesa com acidente vascular cerebral. “Enfermaria com toda a estrutura elétrica sobre risco de um curto circuito. Entrou um rapaz pra carregar o celular. O pessoal falou que nenhuma tomada prestava. Pra não falar de várias baratas que infestam o local. Enfim, uma tristeza, conversei bastante com os pacientes. Gostaria de me solidarizar aos pacientes e parabenizar a equipe de enfermagem, técnicos, pessoal da limpeza e os colegas médicos. Onde apesar de tudo, estão na labuta todos os dias”, finaliza.

Leave A Reply

Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com