Irritado com desconto no contracheque, professor morre vítima de infarto fulminante

0

Morreu na manhã deste sábado (30) o professor Aldyr Araújo Junior, que atuava na rede pública estadual de ensino do Pará. Ele foi vítima de um infarto fulminante.

 

Aldyr lecionava na escola Pedro Amazonas Pedroso e participou ativamente de diversas mobilizações da categoria, incluindo a greve de fome dos trabalhadores ocorrida em 2002.

Colegas de trabalho afirmam que ele passou mal após ficar extremamente irritado com o desconto no contracheque, passando a noite sob forte estresse.

Por nota, o Sindicato dos Trabalhadores em Educação Pública do Estado do Pará (Sintepp) lamentou a morte, classificando Aldyr como um “camarada que construiu a história deste sindicato”.

O corpo dele foi velado em uma capela particular localizada na avenida José Bonifácio, em frente ao Cemitério de Santa Izabel, no bairro do Guamá.

Por nota, a Secretaria de Estado de Educação Pública (Seduc) informou que “um número significativo de contracheques do mês de maio foi gerado com valores menores, devido a inconsistências no sistema de lotação” que “uma folha suplementar está sendo elaborada para corrigir as distorções”.

O órgão ainda afirmou que, sobre o desconto dos dias parados na atual greve, “foi autorizado pelo governo no limite de 10% das faltas, para minimizar o impacto”.

Do DOL

Leave A Reply

Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com